A PROVA DE FRANCÊS - EDITAL CACD 2020

A PROVA DE FRANCÊS – EDITAL CACD 2020

A PROVA DE FRANCÊS – EDITAL CACD 2020

Saiu o edital do CACD 2020! 
É hora de se preparar para o TPS, naturalmente, mas sem descuidar das fases avançadas.

Uma boa notícia para quem já está se preparando para a prova discursiva de francês: o formato continua o mesmo. Segundo o novo edital, podemos esperar o mesmo tipo de prova que foi aplicado em 2019:

7.1 As provas escritas de história do Brasil, de política internacional, de geografia, de economia, de direito e direito internacional público e de língua espanhola e língua francesa, de caráter eliminatório e classificatório, serão aplicadas conforme o quadro a seguir:

f) Língua Espanhola e Língua Francesa Língua espanhola: 100,00 pontos.

Língua espanhola: elaboração de resumo, em espanhol, a partir de texto escrito em língua espanhola, com extensão a ser estabelecida no comando do exercício, estimada entre 35 e 50% do texto a ser resumido, e de versão de um texto do português para o espanhol, com valor de 25,00 pontos, cada.

Língua francesa: elaboração de resumo, em francês, a partir de texto escrito em língua francesa, com extensão a ser estabelecida no comando do exercício, estimada entre 35 e 50% do texto a ser resumido, e de versão de um texto do português para o francês, com valor de de 25,00 pontos, cada.

É fundamental lembrar que, no ano passado, essa parte do item a respeito de 35 e 50% do texto a ser resumido apareceu, no caderno de prova, como extensão máxima de 60 linhas para o resumo.

Se você achou que um resumo tão longo parece excessivo, para não dizer temerário, ótimo; isso é um sinal de que você entende como a prova funciona.

Diante disso, o que fazer? Não existe uma extensão ideal, ou uma fórmula universal, para ter um bom desempenho sob condições de prova; mas não se preocupe: com a ajuda de um/a profissional experiente que conheça a prova de verdade, você identificará suas limitações e vantagens e encontrará a sua maneira de ter o melhor desempenho possível .

Tanto o resumo quanto a versão têm seguido uma tendência de aumento da extensão desde 2017. Claro que o aumento da extensão significa aumento potencial do número de erros; mais uma vez, é fundamental estudar de modo a reduzir seus erros ao máximo. Trata-se de um estudo de francês muito diferente do convencional. Para ter uma ideia, a cobrança quanto à correção ortográfica é bem mais intensa do que seria se você fosse estudante de mestrado ou doutorado em país de língua francófona.

Quanto à versão, um dos maiores problemas costuma ser uma interpretação equivocada com critério fidelidade ao texto original (FID). Mais uma vez, é imprescindível buscar orientação de alguém que conheça a prova de verdade e estudar pelos modelos de resposta passados.

Com uma boa preparação, é possível chegar confiante à prova de francês do CACD.

Espero ter ajudado. Bons estudos e até a terceira fase do CACD 2020!

Mariana Lima
Professora de Francês do IDEG.